Instalando duas instâncias do Firebird na mesma máquina

Instalando duas instâncias do Firebird na mesma máquina

Constantemente necessitamos de instalar duas versões do Firebird na mesma máquina, seja por que queremos fazer testes, seja por que já existia uma aplicação que usava um Firebird de versão diferente da sua aplicação e por isso é necessário instalar em outra porta a sua versão do Firebird. Quando trabalhamos com versões diferentes de Firebird na mesma máquina devemos tomar alguns cuidados.

Cuidados com uso de duas versões do Firebird

  • Alguém pode, por descuido, fazer um backup e um restore do banco de dados do sistema legado(que utiliza uma versão antiga do Firebird) e converter, por descuido, ao fazer o restore, automaticamente para a versão mais nova. Isto pode fazer com que o aplicativo legado não consiga mais interagir com seu banco de dados.
  • O software legado pode conter um sistema de checagem de versão do Firebird no qual pode bloquear qualquer tentativa de executá-lo em uma versão na qual ele não está apto a trabalhar, se reconhecer a versão errada ou se não houver uma forma de configurar qual porta o Firebird está rodando.
  • O proprietário do software que utiliza a outra versão do Firebird pode alegar que seu software “está dando pau” no software dele por não rodar dentro das especificações corretas para funcionar o software dele.
  • Um requisito muito importante para esta técnica é que todas as versões do Firebird devem ser instaladas como serviço. Nunca devem estar como aplicação.

 

Passos para realização do instalação

É recomendável desinstalar todas as versões e fazer corretamente os passos a seguir, nesse exemplo usaremos como base o Firebird 1.5 e Firebird 2.5.

    1. Baixe as duas versões para o seu computador:
    2. Desinstale qualquer Firebird do computador. Por garantia e praticidade reinicie o computador.
    3. Instale normalmente um Firebird. Preste atenção somente a um detalhe: escolha a opção que faça com que ele rode como serviço:

      Instalando Firebird 1.5 como serviço
      Instalando Firebird 1.5 como serviço
    4. Antes de finalizar a instalação, para facilitar as coisas, não execute de imediato o Firebird. Para isso basta desmarcar a opção abaixo na última tela do Assistente de Instalação:

      Não executar Firebird ao finalizar
      Não executar Firebird ao finalizar
    5. Nosso próximo passo é rodar o instalador da outra versão do Firebird. Não se assuste com a tela abaixo. Basta responder Não nesse exemplo de instalação do Firebird 2.5.

      Mensagem Instalação Firebird 2.5
      Mensagem Instalação Firebird 2.5
    6. Basicamente o que o instalador nos avisou que ele só jogará os arquivos do Firebird 2.5 nas devidas pastas, mas que o processo de registro do servidor deverá ficar sob nossa responsabilidade. Não tem problema. Mais adiante daremos o jeito nisso.
    7. Após finalizar o assistente de instalação vá até a linha de comando e digite as instruções abaixo para ir até a pasta onde o Firebird 2.5(se for essa a versão que você instalou) foi instalado e abrir o arquivo firebird.conf:
      C:>cd C:Arquivos de ProgramasFirebirdFirebird_2_5C:Arquivos de ProgramasFirebirdFirebird_2_5>edit firebird.conf

      Localize a linha abaixo:#RemoteServicePort = 3050

      Descomente e modifique para:

      RemoteServicePort = 3051

      Com isso fizemos com que o Firebird 2.5 responda na porta 3051 e o Firebird 1.5 na porta 3050 (padrão).

      Salve o arquivo, saia do editor e entre no diretório ./bin do firebird 2.5 e execute o instsvc.

      C:Arquivos de ProgramasFirebirdFirebird_2_5>cd bin

      C:Arquivos de ProgramasFirebirdFirebird_2_5bininstsvc i –s –a –g –n Firebird_2_5

      Service “Firebird Guardian – Firebird_2_5” successfullycreated.

      Service “Firebird Server – Firebird_2_5” sucessfullycreated.

      Depois use o seguinte comando para iniciar o serviço:

      C:Arquivos de ProgramasFirebirdFirebird_2_5bininstsvc sta

      O instsvc é o comando responsável por efetuar a instalação do serviço do Firebird. O parâmetro -n determina o nome do serviço. No nosso caso o serviço do Firebird 2.5 se chamará Firebird_2_5.

      Note que quando você realizou a instalação do Firebird 2.5 através do Assistente de Instalação ele não pediu nada. Não perguntou se deveria instalar o Guardian e nem mesmo se deveria operar como serviço ou como aplicação. Isso porque o Firebird 2.5, quando detectou a instalação do 1.5, deixou a finalização da instalação na sua mão.

    8. Reinicie o computador. Só pra se certificar que os serviços iniciarão automaticamente. Depois disso é importante checar como os serviços ficaram instalados no Windows:
      Serviços Windows
      Serviços Windows

      Pronto! Basta configurar a string de conexão do seu software com a porta correta e usar o Firebird que desejar.

Exemplos de configuração de conexão

Exemplo de URL de conexão para softwares que pedem o servidor e o caminho do banco de dados em linhas separadas:

  • Para acessar o Firebird 1.5:
    IP=196.0.0.1
    Caminho=c:diretoriobanco.fdb
  • Para acessar o Firebird 2.5:
    IP=196.0.0.1/3051
    Caminho=c:diretoriobanco.fdb

Exemplo de URL de conexão para softwares que pedem o servidor e o caminho do banco de dados na mesma linha:

  • Para acessar o Firebird 1.5:
    conexao=196.0.0.1:c:diretoriobanco.fdb
  • Para acessar o Firebird 2.5:
    conexao=196.0.0.1/3051:c:diretoriobanco.fdb

 

Note que as conexões do Firebird 1.5. não possuem a porta 3050 declarada. Isso porque é a porta default do serviço.

Conclusão

Esse procedimento serve para instalar dois Firebird em portas separadas e esse procedimento evita muitos problemas quando encontramos outros softwares na maquina de nossos clientes utilizando um Firebird de versão diferente da nossa. Aproveite e não tenha mais esses problemas!

abraço!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *